Capa Digipack Montagem NG2.cdr

Faixas

  1. Paisagens Brasileiras nº 9: Noite Enluarada
  2. Mulher Rendeira
  3. Lampião de Gás e Tristeza do Jeca
  4. Incelênça a um Nobre Tropeiro
  5. Jogo dos espelhos
  6. Apolo – Deus da Luz e das Artes
  7. Ares – Deus da Guerra
  8. Hades - Deus dos Mortos
  9. Poseidon – Deus dos Mares
  10. Hefestos – Deus do Fogo
  11. Afrodite – Deusa do Amor e da Sensualidade
  12. Atena – Deusa da Sabedoria
  13. Ártemis – Deusa da Caça
  14. Zeus – Deus dos Deuses
  15. Mantiqueira
  16. Toca Adoniran!
  17. Baião
Compositores: Rodrigo Vitta, Celso Marques, Tiago Litieri, Paulo Maron, Nelson Ayres, Alexandre Daloia e Edmundo Villani-Côrtes.

Tempo total: 74 minutos

Músicos:
Arlete Tironi Gordilho (piano)
Liliana Bertolini (flauta)
Hélcio de Latorre (flauta e flautim)
Gilson Barbosa (oboé e corne inglês)
Clóvis Camargo (contrabaixo)
Nath Calan (percussão)
Leonardo Labrada (percussão)

TURMALINA (CD – 2013)

Foi numa conversa, em janeiro de 1997, saboreando café com bolo, que Liliana Bertolini e eu plantamos a semente do que seria nosso grupo musical. Num primeiro momento pensamos num duo, que depois virou um quarteto, até chegar à formação atual, para nós bastante original, a do Grupo AUM. Mesmo sem saber até onde essa vontade nos levaria, tínhamos a certeza de querer trabalhar junto a compositores brasileiros contemporâneos. Pesquisamos e vimos ser o caminho. Era muito gratificante conhecer, conviver com esses autores e os fomos buscando cada vez mais. 16 anos depois, com três CDs e um DVD em nossa trajetória, estamos orgulhosos por termos levado nossa música a várias regiões do Brasil e do mundo. Uma parceria em especial, musical e de vida, marcou nossa carreira: a presença do mestre talentoso, dedicado e carinhoso, que acreditou e participou de nosso grupo, o maestro Edmundo Villani-Côrtes. Foi o primeiro a fornecer material para nossas gravações, o que motivou novos compositores a contribuírem para nossa formação. Neste 2013, comemorando 16 anos de atividades, as bodas de turmalina do Grupo AUM, apresentamos nossa quinta gravação, um trabalho com nove peças. Todas compostas ou arranjadas especialmente para nós, por compositores de estilos diversos. Mostram desde o universo músico-poético rural, passam pelo folclore e chegam à linguagem contemporânea usando as possibilidades de cada instrumento. Sete compositores e sete instrumentistas fazendo o que mais gostam – música. O Grupo AUM está agradecido e muito feliz pela oportunidade de mostrar sua mais recente jóia: Turmalina.

Arlete Tironi Gordilho, Setembro de 2013

It was in January 1997, chatting and savoring coffee and cake, that Liliana Bertolini and I planted the seed of what would be our musical group. At first we thought a duo, which later became a quartet, until the current lineup, quite unique for us, the Group AUM. Even without knowing how far this would take us, we were sure to want to work with contemporary Brazilian composers. Our researches confirmed the way. It was very gratifying to meet and live with these authors and we continued to look for more and more. 16 years later, with three CDs and a DVD in our history, we are proud to have taken our music to various regions of Brazil and the world. A partnership in particular, musical and of life, marked our career. A talented, dedicated and caring master, who believed and participated in our group: the conductor Edmundo Villani-Côrtes. He was the first one to provide material for our recordings, which led other composers to contribute as well. In 2013, celebrating 16 years of activities, the Tourmaline’s wedding anniversary of Group AUM, we present our fifth recording. It includes nine pieces, all composed or arranged especially for us, by composers of various styles. From the countrified musical-poetic universe, passing through the folklore and reaching the contemporary language, using the potential of each instrument. Seven composers and seven musicians doing what they love the most – music. Group AUM is very happy and grateful for the opportunity to show their latest jewelry: Tourmaline.

 Arlete Tironi Gordilho, September 2013

Tradução: Alcides Tironi Gordilho

FICHA TÉCNICA                                                                                                                                                                        Idealização e direção: Arlete Tironi Gordilho | Produção: Luciana Aith | Gravação, edição, mixagem e masterização: Carlos (KK) Akamine | Assistente: Silvio Romualdo | Assistente de coordenação: Olga Vereiski | Coordenação de estúdio: Shen Ribeiro  | Gravado no: Estúdio Salaviva – Espaço Cachuera!, em novembro de 2012, junho, julho e agosto de 2013  | Capa: Luis Fernando Chiapinotto / Finalização de projeto gráfico: NG2 por Arair Lessa | Assessoria de imprensa: Tambores Comunicações  | Fotografia: Luciana Aith

 

 
Capa Montagem Cortesia.cdr

Faixas

  1. Pequena Fantasia de Jó
  2. Poema Brasileiro
  3. Casulo
  4. O Passarinho da Praça da Matriz
  5. O Orelha
  6. Fonte Eterna
  7. Baião
  8. Sakura
  9. Os Borulóides
  10. Quando eu morrer
  11. São Paulo
  12. Frevo Paulista
Todas as obras de Edmundo Villani-Côrtes.
Faixas 3 e 11 em parceria com Julio Bellodi.
Contém: Entrevista Villani, depoimentos músicos, making of.

Tempo total: 125 minutos

Músicos:
Arlete Tironi Gordilho (piano)
Liliana Bertolini (flauta)
Hélcio de Latorre (flauta e flautim)
Gilson Barbosa (oboé e corne inglês)
Clóvis Camargo (contrabaixo)
Nath Calan (percussão)
Leonardo Bertolini (percussão)

CORTESIA (DVD – 2011)

Cortesia. Uma homenagem aos 80 anos de Edmundo Villani-Côrtes. O que levou o Grupo AUM a se aventurar na gravação de um DVD sem nenhum patrocínio? A motivação foi mostrar a alma do artista, a essência desse compositor mineiro (nascido em Juiz de Fora, 1930), de onde surge inspiração para compor tão lindas obras, encantando a todos que o escutam e o conhecem. Villani-Côrtes é considerado um dos mais importantes compositores brasileiros e já teve seu repertório interpretado em diversas partes do mundo. Dentro de uma linha que caminha harmoniosamente entre o erudito e o popular, suas composições representam o retrato vivo da cultura brasileira. Seu acervo possui mais de 300 obras escritas para diversas formações. O Grupo AUM, em atividade desde 1997, conheceu Villani no ano 2000, em uma homenagem aos seus 70 anos. A identificação foi imediata e desde então trabalham juntos em uma sólida parceria. São diversos arranjos feitos especialmente para o grupo, presença em ensaios, apresentações e viagens, e na gravação dos 3 CDs (Grupo AUM interpreta Villani-Côrtes, 2001 – Os Borulóides, 2003 – Postais Paulistanos, 2007). O primeiro CD do grupo, foi também o primeiro CD brasileiro dedicado exclusivamente às obras do compositor. Esse DVD é a celebração dos 10 anos dessa parceria, e também a intenção de deixar para a posteridade, um sincero registro deste momento da história da música brasileira. Agradecemos imensamente a Fundação Padre Anchieta e o Centro Cultural São Paulo. Sem essas instituições, esse sonho não seria possível.

Cortesia (Courtesy). A tribute to 80 years of Edmundo Villani-Côrtes. What led Grupo AUM to dare to record a DVD without any sponsorship? The motivation was to show the artist’s soul, the essence of this composer from Minas Gerais state (born in Juiz de Fora, 1930), where inspiration to compose such beautiful musical work came from, enchanting all who hear and know it. Villani-Côrtes is considered one of the most important Brazilian composers and has had his repertoire interpreted in various parts of the world. Within a line that moves harmoniously between the classical and the popular, his compositions represent the living portrait of Brazilian culture. His music collection includes more than 300 works for various configurations. Grupo AUM was created in 1997 and met Villani for the first time in 2000 during a tribute to his 70 years. The identification was immediate. Since then they have been working together in a solid partnership which includes several arrangements made especially for the group, attendance at rehearsals, performances and travelling and the recording of 3 CDs (Grupo AUM interpreta Villani-Côrtes from 2001, Os Borulóides from 2003 and Postais Paulistanos from 2007). The group’s first CD was also the first Brazilian CD exclusively devoted to Villani’s works. This DVD is a celebration of 10 years of partnership, and also the intention to leave to posterity a veritable record of this moment in the history of Brazilian music. We are deeply thankful to Fundação Padre Anchieta and Centro Cultural São Paulo. Without those institutions, our dream would not be possible.

Tradução: Alcides Tironi Gordilho

FICHA TÉCNICA
Idealização e produção executiva – Arlete Tironi Gordilho | Direção musical – Edmundo Villani-Côrtes | Produção e fotografia – Luciana Aith | Edição – Marcelo Aith | Design gráfico – Luciano Magalhães | TV Cultura: Coordenação de produção – Alexandre Tondella | Produção – Maria Celia Sacramento | Direção – Gilson Gaspodini | Centro Cultural São Paulo: Coordenador técnico – Paulo Pompeo (Pepe) | Direção: Thiago Montelli | Direção de fotografia: André Martins | Captação e mixagem: Eduardo Palma | Entrevistas: Reinaldo Machado | Ficha técnica completa no DVD.

 

 
capa3g

Faixas

  1. Rua Aurora
  2. Catedral da Sé
  3. Opus 2004 - Ouvir
  4. Balada para as Flores - Largo do Arouche
  5. Quando eu morrer
  6. São Paulo
  7. Frevo Paulista
  8. Pretensioso - Ouvir
  9. Luz
  10. Melodia para Luciana - Ouvir
  11. Falando nisso - Ouvir
  12. Toccata (1º movimento Sonatina)
  13. Elegia (2º movimento Sonatina)
  14. Divertimento com Fuga (3º movimento Sonatina) - Ouvir
  15. Faixa multimída – Making of
Obras de Edmundo Villani-Côrtes, Julio Bellodi, Hélcio de Latorre e Paulo Maron.

Tempo total: 64:25 minutos

Músicos:
Arlete Tironi Gordilho (piano)
Liliana Bertolini (flauta)
Hélcio de Latorre (flauta e flautim)
Gilson Barbosa (oboé e corne inglês)
Clóvis Camargo (contrabaixo)
Felipe Veiga (percussão)

POSTAIS PAULISTANOS (CD – 2007)

Uma suíte emotiva à cidade de São Paulo, Postais Paulistanos é a melodia que o compositor Edmundo Villani-Cortês extraiu da metrópole. A obra venceu o Prêmio APCA – Associação Paulista dos Críticos de Arte de 1995. Faz homenagem a lugares importantes no imaginário coletivo da cidade como em Catedral da Sé e Largo do Arouche. Mário de Andrade tem seus poemas usados como fonte de inspiração em Rua Aurora e Quando Eu Morrer, este último recitado pelo próprio Villani-Côrtes. Opus 2004 relembra a boemia do jazz e da noite paulistana. Composta para a poesia de Julio Bellodi, São Paulo traz no samba toda a efervescência urbana. Já Frevo Paulista foi acrescida à suíte posteriormente, composta em especial para a gravação do Grupo AUM. Em 2007, o AUM completa 10 anos e chega ao 3º CD do projeto Música Brasileira de Compositores Vivos. Da possibilidade do contato íntimo entre compositor e grupo nasceram as músicas Tema para Luciana (produtora) e Falando Nisso, essa uma parceria entre Hélcio de Latorre (flautista do AUM) e Villani-Cortês. Luz e Pretensioso trazem uma combinação de vibrafone e piano, fechando o ciclo de obras de Edmundo Villani-Cortês. Sonatina, do maestro e compositor paulista Paulo Maron, foi encomendada pelo Grupo AUM em 2005. São três movimentos, seguindo a estrutura da forma sonata. Explora o potencial dos instrumentos em suas combinações timbrísticas. É construída com técnicas harmônicas que vão da politonalidade aos ciclos de terça. A escrita melódica a partir de séries dodecafônicas harmonizadas tonalmente resultam numa constante ambigüidade tonal à peça. A mesma ambigüidade que o Grupo AUM busca com Postais Paulistanos, um elo no tempo entre uma São Paulo clássica, da Barra Funda de Mário de Andrade, do Largo do Arouche de Villani e a Grande Metrópole de hoje.

POSTCARDS FROM SÃO PAULO (2007)
An emotional suite to the city, Postais Paulistanos (Postcards from São Paulo) is a melody that composer Edmundo Villani-Cortês extracted from the metropolis. The piece won the APCA – Association of Art Critics from São Paulo award in 1995 and is a reverence paid to important places of city’s imaginary such as the Catedral da Sé and Largo do Arouche. Mário de Andrade’s poems serve as inspiration for Rua Aurora and Quando Eu Morrer, the latter recited by Villani-Côrtes himself. Opus 2004 recalls the long jazz nights of São Paulo. Composed for the poetry of Julio Bellodi, São Paulo is a samba with all the city’s effervescence. Frevo Paulista was added to the suite later on and composed especially for the Grupo AUM recording. In 2007, AUM completes 10 years and reaches its 3rd CD as part of project Brazilian Music of Living Composers. The intimate relationship between composer and group generated Tema para Luciana (AUM’s producer) and Falando Nisso, the latter a partnership between Hélcio de Latorre (AUM’s flautist) and Villani-Cortês. Luz and Pretensioso bring a combination of vibraphone and piano, closing the cycle of Edmundo Villani-Cortês’ pieces. Sonatina, a piece requested by Grupo AUM in 2005, was composed by maestro Paulo Maron (born in São Paulo, Brasil). The piece consists of three movements and follows the sonata structure. It explores texture, harmonic techniques, polytonal music and cyclic form. The melody originates from the twelve – note technique, using tonal harmonisation. This creates a feeling of ambiguity which is constant throughout the piece. Ambiguity is likewise what Grupo AUM pursues through Postcards from São Paulo, a link in time among classic São Paulo, Mário de Andrade’s Barra Funda, Villani’s Largo do Arouche and the great metropolis of nowadays.

Tradução: Alcides Tironi Gordilho

FICHA TÉCNICA
Idealização e direção executiva – Arlete Tironi Gordilho | Direção musical – Edmundo Villani-Côrtes, Paulo Maron e Shen Ribeiro | Produção: Luciana Aith | Gravação e mixagem – Carlos Akamine (KK) | Assistente – Silvio Romualdo | Estagiários – João Xavier de Macedo e Lila Stipp | Masterização – Cia. do Gato | Direção de estúdio – Shen Ribeiro | Gravado no Estúdio Salaviva – Espaço Cachuera! (São Paulo – SP) entre julho e outubro de 2006 | Capa – Lemni & Scata | Texto – Marcelo Aith | Fotografia – Luciana Aith | Faixa multimídia – Luciana e Marcelo Aith

 

 
001

Faixas

  1. Depoimento Villani-Côrtes
  2. Os Borulóides
  3. Chorando
  4. Miniatura Da Esperança
  5. Miniatura Da Saudade
  6. Miniatura Da Alegria
  7. O Orelha
  8. Vocalise
  9. Depoimento Villani-Côrtes
  10. Improviso - Tema para Arlete
  11. Canção de Carolina
  12. Choro Urbano - Ouvir
  13. Frevo Fugato
  14. Valsinha de Roda
  15. Depoimento Amaral Vieira
  16. Peça para flauta e piano op. 86
  17. Romance para oboé e piano op. 87
  18. Peça para duas flautas e piano op. 88
  19. Peça para duas flautas, oboé e piano op. 89 - Ouvir
  20. Haha (Mãe) op. 273 (piano)
Obras de Edmundo Villani-Côrtes, Julio Bellodi e Amaral Vieira.

Tempo total: 58:36 minutos

Músicos:
Arlete Tironi Gordilho (piano)
Liliana Bertolini (flauta)
Hélcio de Latorre (flauta)
Gilson Barbosa (oboé e corne inglês)
Clóvis Camargo (contrabaixo)
Piero Damiani (percussão)

Participação especial: Efigênia Côrtes (canto) e Edmundo Villani-Côrtes (piano)

OS BORULÓIDES (CD – 2003)

CORRAM! CORRAM! OS BORULÓIDES ESTÃO CHEGANDO! Mas o que são OS BORULÓIDES? É o que descobriremos ao ouvir mais este CD do Grupo AUM. Saberemos as origens desses seres fantásticos, criados na imaginação do maestro Edmundo Villani-Côrtes, que nos relata o momento de concepção da música. A capa é uma reprodução dessas criaturas encantadas, na visão do artista plástico Martins de Porangaba. Tudo é direcionado para nos trazer o mais próximo do idealizado pelo compositor. Esta é a preocupação maior do Grupo AUM, que lança o 2º volume da série Música Brasileira de Compositores Vivos e segue com a valorização do repertório erudito nacional. O resultado que ouviremos é fruto do contato direto entre os músicos e os autores das peças executadas. A gravação é um presente que o AUM oferece ao seu público, trazendo importantes obras que dificilmente teríamos acesso em salas de concerto. Participam do repertório dois grandes nomes, Amaral Vieira e Villani-Côrtes, que acompanharam os ensaios e deram depoimentos dedicados a este CD. A homenagem especial fica por conta de Edmundo Villani-Côrtes, que toca de improviso seu Tema para Arlete, dedicado à nossa pianista. Na música composta em parceria com Julio Bellodi, brinda-nos com raro momento: uma participação conjunta de voz e piano do casal Edmundo e Efigênia Côrtes. Tudo isso faz deste registro um importante instrumento de preservação da cultura brasileira.

RUN! RUN! OS BORULÓIDES ARE COMING! But what are OS BORULÓIDES? It is what you are going to find out when you hear the new CD by Grupo AUM. You will get to know the origins of these fantastic creatures, created by conductor Edmundo Villani-Côrtes, that describe the moment in which the music was conceived. The CD cover depicts the artist Martins de Porangaba’s view of these enchanted beings. Everything has been put together so as to draw us as close as possible to the composer’s vision. This is Grupo AUM’s main concern on the issue of its second volume in its series Brazilian Music of Living Composers, aimed at increasing the value given to the national erudite repertoire. The resulting work is the fruit of direct contact between the musicians and the writers of the works they play. This recording is a gift from AUM to their public, containing important works that would not easily gain access to concert halls. Great names, such as Amaral Vieira and Villani-Côrtes, participated in the project, accompanying rehearsals and giving their life stories for the CD. Tema para Arlete (A Theme for Arlete) is a special homage improvised by Edmundo Villani-Côrtes dedicated to our pianist. Another piece, composed together with Julio Bellodi, delights us with a rare moment: a joint piano and voice performance from the couple Edmundo and Efigênia Côrtes. All of this makes this recording an important instrument in the preservation of Brazilian culture.

Tradução: Daniel Cooke

FICHA TÉCNICA
Produção Artística: Arlete Tironi Gordilho | Direção Musical: Edmundo Villani-Côrtes | Produção Executiva: Luciana Aith | Gravação, edição, mixagem e masterização: Eduardo Avellar | Dir. Musical de Gravação e Ass. de Edição: Piero Damiani | Piano Steinway & Sons – Hamburgo (D-339229) | Manutenção técnica e afinação: Giovanni Aronne | Gravado no Estúdio Santa Marcelina (São Paulo – SP), em julho e agosto de 2003 | Capa: Pintura “Os Borulóides” de Martins de Porangaba | Projeto Gráfico: MCK | Texto: Marcelo Aith | Fotos: Enock Sacramento (capa) e Sergio Murilo (encarte)
Todas as obras de Amaral Vieira contidas neste CD são registradas na GEMA, Alemanha.

 

 
002

Faixas

  1. A Catedral da Sé
  2. Balada para as Flores
  3. Lenda
  4. Cantilena
  5. Corrupio
  6. Fonte Eterna
  7. Praeludius Onnibus
  8. Choron - Ouvir
  9. Ponteio
  10. Modinha
  11. Valsa
  12. Choro
  13. Beiráceas
  14. Belibá - Ouvir
  15. Poranduba
  16. O Gabriel chegou - Ouvir
Todas as obras de Edmundo Villani-Côrtes (primeiro CD brasileiro exclusivamente dedicado a ele).

Tempo total: 62:03 minutos

Músicos:
Arlete Tironi Gordilho (piano)
José Roberto Capel Cardoso (piano)
Liliana Bertolini (flauta)
André Geiger (contrabaixo)
Piero Damiani (percussionista convidado)

GRUPO AUM INTERPRETA VILLANI-CÔRTES (CD – 2001)

O projeto Música Brasileira de Compositores Vivos vem sendo desenvolvido há três anos. A cada encontro cresce a certeza e a força deste trabalho, não só pela busca de registrar e ampliar o cenário musical brasileiro, mas também pela colocação merecida dos compositores na condução de todo o processo. Formado há quatro anos por Arlete Tironi Gordilho (piano) e Liliana Bertolini (flauta), e mais recentemente (1999) pelo pianista José Roberto Capel Cardoso e pelo contrabaixista André Geiger, o grupo estampa neste CD, com sua variedade de timbres e combinações, o cenário de uma época da cidade de São Paulo, na leitura do grande maestro Edmundo Villani-Côrtes.

The project Brazilian Music of Living Composers has been developing during the past three years with increasing confidence and strength. Its scope includes a continuous effort to enlarge the Brazilian musical scene, but also with the active participation of the composers in the process of learning and presenting new works. Constituted four years ago by Arlete Tironi Gordilho (piano) and Liliana Bertolini (flute), and more recently (1999) by the pianist José Roberto Capel Cardoso and bassist André Geiger, the Grupo AUM in this CD makes use of all its variety of tones and combinations to reflect the environment of a specific period of São Paulo city through the eyes of the great composer and conductor Edmundo Villani-Côrtes.

Tradução: Alcides Tironi Gordilho

FICHA   TÉCNICA
Idealização: Arlete Tironi Gordilho | Direção Musical: Edmundo Villani-Côrtes | Produção Executiva: Alcides Gordilho | Produção: Luciana Aith e José Roberto Capel Cardoso | Gravação, edição e masterização: Eduardo Avellar | Piano Steinway & Sons – Hamburgo, modelo D (339229) | Técnico de afinação: Fernando Domingos Bueno | Gravado no Estúdio da Faculdade Santa Marcelina / FASM, em julho de 2001 | Projeto Gráfico e Editoração: Marcos Venceslau e W. Junior | Fotos: Filipe Salles, Horst Merkel e Luciana Aith | Capa: Pintura de Martins de Porangaba | Texto inicial e Revisão geral: Liliana Bertolini